Fino Fiction

Contos de César Gatto

Tempo não é dinheiro

temponaoedinheiro

Esqueceu de desativar o despertador. Não existe essa história de mais cinco minutinhos. Tempo é ócio. Tempo é excesso. Tempo não é precioso. Tempo. Tempo não é dinheiro, ainda mais estando desempregado.

Longview do Green Day era a trilha sonora.

Sua própria flatulência tomava conta do ambiente enquanto ele se encaminhava ao banheiro.
No caminho, havia um amontoado de roupas sujas. No banheiro, mais roupas sujas. No vaso, pentelhos genitais. No chão, respingos de urina. No espelho, ramelas nos olhos – limpou-se.
Enquanto surgia a dúvida sobre o que viver, encaminhou-se ao sofá como um praxe cotidiano. Oscilou entre os canais, volume e… nada. Nada! Tédio é sinônimo de televisão em um dia (in)útil a tarde.
Olhou para o ventilador, para o chaveiro, para o telefone, para o relógio de parede – aquele tic tac era ensurdecedor.
Imaginar uma suposta motivação não significa ter reação. Reação. Reação que rima com desmotivação, que rima com televisão, que rima com imaginação, que rima com masturbação. Eureca!
Voltou ao banheiro e contemplou o vaso como se fosse uma linda poltrona de design italiano – acomodou-se. Pela primeira vez no dia, se esforçou. Tentou uma, duas, três vezes. Na quarta, não houve quarta: perdeu a graça. Voltou para a cama.
Não lavou as mãos.

O clipe do Green Day:
https://www.youtube.com/watch?v=Vy5XR-oxCus

Anúncios

Olá, você!

É com muita alegria que hoje, finalmente, crio meu blog.

Sintam-se em casa. Comentários, sugestões, opiniões serão sempre bem-vindos.

Boa leitura!